O sistema mais simples e prático de gestão de atividades
Produtividade 15 de janeiro de 2018

Como atingir suas metas com OKRs em 4 passos

Como atingir suas metas com OKR em 4 passos
Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Share on Google+0Email this to someone

Já sentiu que as vezes o que se planeja nem sempre é feito? Acredite, você não está sozinho, são muitas empresas que hoje sofrem com isso. Mas há maneiras de contornar a situação e o problema. Vamos falar aqui de uma metodologia bastante simples e direta que se aplicada em sua equipe poderá lhe ajudar muito a atingir os resultados: as OKR’s. Utilizado por empresas como o Google, as OKR’s são um meio único de atingir metas de verdade. Por isso criamos para você um guia de como atingir suas metas com OKRs em 4 passos e ainda fizemos uma planilha especial para você baixar e implementar a metodologia na sua empresa. Vamos lá?

ps: Muito do que compartilharemos abaixo foi e é implementado em nosso dia a dia e tem ajudado a Infortask a criar uma cultura de resultados a alcançá-los também!

OKR - Como atingir suas metas em 4 passos
OKR – Como atingir suas metas em 4 passos

Antes de mais nada, o que é OKR?

OKR (Objectives and Key Results ou Objetivos e Resultados-Chave em português) é uma metodologia ou um framework para gestão ágil de desempenho.

OKRs motivam os funcionários a trabalharem juntos, concentrando esforços para fazer contribuições mensuráveis e desafiadoras ​​para o progresso de uma organização.

Qual a estrutura da OKR?

  • 1 objetivo Geral.
  • Deve ser dividido em áreas (Setores, Processos, Equipe etc).
  • Pelo menos 5 objetivos macro, para cada área, mas não muito mais que isso.
  • Cada pessoa deve possuir, no máximo 5 objetivos macro com até 4 resultados chave para cada objetivo macro.

 

O que levar em conta sobre Resultados-Chave

(a) Todos devem, obrigatoriamente, conter números.

(b) Todos devem ser mutuamente acordados entre gestor e profissional.

(c) As metas tem que ser baseadas nos resultados e não nos esforços. Ex: “Implantar um sistema de pagamento” não é uma métrica, “Transferir 100% dos pagamentos

recorrentes para novo sistema de pagamento” já é uma métrica quantificável.

(d) O planejamento é dividido em quarters (de 3 em 3 meses).

(e) ao menos 60% dos objetivos devem ser definidos bottom up ou de baixo para cima, ou seja, pelo próprio profissional que trabalhará neles.

Para exemplificar a definição de como funciona o estabelecimento de OKR’s de baixo para cima (botton up) e de cima para baixo (top down) aqui vai um exemplo:

Se você fosse presidente de um clube de futebol e definisse em seu OKR a meta de “ser campeão brasileiro de futebol da série A”, você estaria definindo o objetivo geral que digamos, já desmembra em 40% do direcionamento de todas as OKR’s, já o técnico do time ao receber o objetivo geral (a direção é ser campeão), define os 60% faltantes que devem ser feitos para isso acontecer, como: “importar táticas consagradas da Europa, contratar jogadores de peso” e os resultados chave destas estratégias como: “Contratar 2 jogadores de peso de times de série A”.

Pronto, agora que temos uma base de como funcionam as OKR’s podemos apresentar os 4 passos para colocar a metodologia em prática:

 

1 – Compartilhe (de verdade) esse conhecimento com a sua equipe

Uma boa forma de colocar em prática o que você aprendeu é promover um bootcamp ou dia de treinamento, nele você vai transmitir os seguintes ensinamentos:

  • OKRs ajudam a deixar claro o que é prioridade: As pessoas não vão de cara aceitar a ideia das OKRs (-ah lá vem mais uma metodologia nova), mas mostrar para a equipe que a metodologia é uma excelente forma de priorizar o que deve ser feito nos próximos 3 meses, faz esse pensamento começar a mudar.

 

  • OKRs são públicas para todos da empresa: Para promover o engajamento de verdade, as OKRs serão divulgadas à todas as pessoas da empresa, mesmo que não seja possível reunir todos para montar o planejamento, todo mundo deve saber como seu trabalho vai afetar algum resultado chave, isso é bastante importante.

 

  • As pessoas são responsáveis por mensurar suas próprias OKRs: O que realmente funciona em OKRs é o fato de que toda semana as pessoas precisam apresentar os resultados obtidos em relação aos um objetivo chave de que fazem parte. Por isso, nada de centralizar o controle e alimentação dos resultados com uma pessoa só.

 

2 – Sonhe grande e siga o processo à risca

Quando concebida pelo Google a metodologia previa que as metas e objetivos deveriam ser grandes e ousadas o suficiente para serem um desafio, encare assim: Nenhuma OKR deve ser fácil de alcançar, se for para sonhar, sonhe grande, sonhe para que o resultado de 70% já seja um grande feito ao ser alcançado. Se uma OKR é facilmente atingida em sua totalidade é por que não é tão desafiadora. É normal quando se faz pela primeira vez pecar por excesso ou por falta de ousadia, mas essa é uma etapa importante para fazer melhores OKRs nos próximos quarters.

OKRs são feitas para serem medidas e acompanhadas todas as semanas, isso permite que você antecipe problemas e garanta a execução, como os objetivos precisam ser bastante ousados e não acompanhar de perto, fatalmente fará com que os resultados gerem algum tipo de insatisfação, pois quando for a hora de ver se você está ou não atingindo o que planejou, já pode ser tarde demais.

 

3 – Avalie e Avance sempre. O resultado sempre vem.

Ao seguir o processo cria-se uma grande oportunidade de crescimento e aprendizado e isso fará com que resultados grandiosos sejam construídos ao longo do tempo. Ao criar o hábito de apresentações de resultados semanais sua equipe ficará de frente com sua capacidade de real de alcançar os seus objetivos, isso pode ser muito frustrante e desafiador, para estes momentos:

  • Crie um ambiente favorável, pois a apresentação de resultados não é um julgamento, mas um momento para todos entenderem como podem vencer, afinal, em um time ou todos vencem ou todos perdem.

 

  • Busquem entender o que deu errado para um possível baixo desempenho e já saiam com ações definidas para reverter a situação, ou pelo menos buscar reverter na semana seguinte. Desta forma você estará alimentando a cultura da superação dentro da sua equipe

 

  • Avance sempre, mas nunca descuidando do aprendizado e da facilidade, pois é muito comum um time buscar fazer as mesmas coisas e esperar resultados diferentes. E ao mudar uma abordagem para melhorar os resultados se esquecem do que aprenderam ou então não se perguntam “está é a maneira mais fácil de resolver este problema?”. Para lhe ajudar na planilha há um item específico para aprendizado da equipe. Eles podem e devem fazer parte dos resultados esperados.

 

Mas quais são os grande benefícios das OKR’s?

Implementar  a metodologia das OKR’s em sua empresa trará mais do que resultados numéricos, pois estes passam. Ela gerará uma transformação interna em seu time de trabalho. Após um quarter ser bem implementado a OKR trará:

Foco e Disciplina: Número limitado de objetivos gera foco na organização, disciplina os esforços, aumenta a produtividade, além de melhorar a alocação e gestão de recursos.

Alinhamento e Engajamento: Com um processo simples e transparência de comunicação, OKR captura e mostra as dependências funcionais entre as equipes. Fazendo com que elas trabalhem em conjunto para atingir os resultados.

Comunicação e Performance: A comunicação fica mais rápida e assertiva, pois todos querem atingir bons resultados então não há tempo a perder.

Comece Pequeno, a metodologia das OKR’s não é um pacote fechado que precisa ser adotado integralmente desde o ínicio. No começo celebre as pequenas vitórias, você pode dar pequenos presentes ou momentos vibração ao aumento de um indicador e aos poucos você irá atingir suas metas com OKRs.

 

Gostou desse conteúdo? Que tal também conferir mais dicas de gestão simples e que vão mudar a sua empresa? Confira também:

[Webinar] Como gerenciar remotos, parceiros e terceiros na sua empresa!

[Webinar] Esteja uma passo a frente: Um guia para gestão Proativa.

[Webinar] Como reinventar sua empresa e ser produtivo de verdade.

Avalie melhor sua equipe com a técnica 360º

 

Até a próxima!

Empreendedor, Sonhador e realizador (nem sempre com êxito). Desenvolvo pessoas e através delas negócios, usando sempre a colaboração como instrumento de empoderamento.

comentar